What?

terça-feira, 17 de março de 2015

Depois

Depois eu te conto
Depois eu faço
Depois eu leio
Depois eu pesquiso
Quase tudo que se deixa para depois
Não é feito
É esquecido
Sem malícia
Apenas traição
Do tempo.

segunda-feira, 16 de março de 2015

A boa ação rejeitada

09 de março de 2015

Afinal, o que leva um indivíduo ter em si a grande força de vontade para praticar uma boa ação? Não tenho a resposta para tal pergunta mas observar que um indivíduo aparentemente com sua barreira auricular de não perturbe, estava naquela noite disposto a oferecer o favor de carregar o fardo alheio no retorno ao lar. Sua vontade inicialmente deu-se para alguém que não possuía um fardo tão pesado, fazendo assim com que a moça rejeitasse o privilégio. A seguir, partiu para a segunda tentativa frustrada, seguiu e uma terceira sem alcançar êxito. Qual seria a recusa da terceira que permaneceu no ônibus? Saltaria em breve? Vamos aguardar.
A primeira moça e o segundo rapaz saltaram logo. A terceira moça ficou. Não existem lugares disponíveis e ela quer sentar. Seu cansaço é perceptível pelo modo que se apoia no suporte para cadeirante situado no meio do ônibus. Ela parece ser comprometida e parecia esperar uma resposta imediata pois ao atender o smartphone disse: - Agora não dá mais. 
Por fim, ela desceu no ponto da paralela na entrada do Imbuí. O rapaz da boa ação rejeitada permaneceu sem ajudar pois o ônibus esvaziou a tal ponto que só existiam dois passageiros em pé atrás da catraca juíz. Os demais estavam sentados, alguns dormiam, outros aparentavam cansaço. Hoje definitivamente não havia sido um dia para a boa ação do rapaz de barreira auricular.

Isa in Relato do trajeto no ônibus.

quinta-feira, 12 de março de 2015