What?

domingo, 30 de novembro de 2014

Sobre o desenvolvimento da nova folha da Chimera - Phalaenopsis 03

Trago boas novas da Chim que está crescendo firme, forte e bem linda. Até mostrei a pequena folha que já havia dado "as caras" no último post, nem imaginei que cresceria tão rápido. E aqui está esse progresso:




E tudo isso aconteceu num intervalo de uma semana! 

Enquanto isso, na haste floral, ela cresceu um pouco mais e ao que tudo indica, ela irá me presentar com um Keiki! Irei aguardar um pouco mais e em breve publicarei novidades sobre a haste dela. Daí você poderia perguntar, por acaso você está utilizando algum fertilizante nela? Ainda não, deveria até. Mas por enquanto só estou mantendo as regas. Estou pesquisando antes de comprar.

Sobre a rega

Hoje em dia não tenho medo de molhar o substrato, a regra da rega mudou. Agora rego a Chim à cada dois dias, tempo suficiente pra ela ficar bem e manter o nível de hidratação adequado.

Volte sempre caro leitor, Chim adora receber visitas (:

terça-feira, 25 de novembro de 2014

sábado, 22 de novembro de 2014

Eu Indico #02

Sempre que tenho um pouco de tempo procuro alguns jogos interessantes e diferentes na Play Store. Eu senti saudades de escrever sobre aplicativos mas eu não havia experimentado algo novo e só agora trago algumas novidades. O EI de hoje será destinado aos gamers.

1. Summoners Wars: Sky Arena da Com2uS


Neste jogo, você é summoner e seu objetivo é upar seus monstros e duelar com outras pessoas. O jogo possui o modo história, dungeons, torres e sempre que você avança nos desafios, ganha recompensas. Tem uma jogabilidade agradável, bons gráficos e o melhor de tudo: é gratuito. Além disso, é o meu vício atual e caso você comece a joga-lo também, adicionem Hanna_Silver

2.God of Light da Playmous



Um jogo bonito que requer um pouco de destreza do jogador, God of Light é recomendado para quem gosta de alguns desafios. Com o passar dos níveis, a complexidade para ligar as luzes aumenta.

3. Stickman Tennis da Djinnworks GmbH



Um dos jogos mais diferentes que já vi no Android em minhas últimas pesquisas. Possui modo automático e manual de controle do seu personagem, além de tutoriais, treinamentos e outras atividades. Sua interface pode ser um pouco monótona, mas, sua empolgação com a partida torna as coisas mais interessantes.

Até o próximo Eu Indico. Espero que se divirtam (:

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Já molhou o substrato da Chimera hoje? - Phalaenopsis 02

Hoje, irei falar mais uma vez de regas. Irei contar algumas novidades sobre a Chim. Li em alguns blogs que a maioria das pessoas matam suas orquídeas por uma rega muito intensa. Daí eu tinha medo de perdê-la nas primeiras semanas e por isso era bastante ponderada na rega. Tudo milimetricamente calculado para não molhar demais. Usava uma seringa para me auxiliar! Só que eu percebi que isso não seria o suficiente. Precisei perder o medo, seguir em frente e molhar o substrato.
E foi o que fiz. O vaso estava leve pois o substrato estava seco. Abri a torneira nele com todo cuidado (para não molhar as folhas é claro) e quando finalizei, o vaso havia ganho um pouco de peso e então descobri uma coisa que haviam escrito certa feita: "Somente quem cuida de orquídeas com frequência consegue perceber quando o substrato está seco através do peso do vaso". Problema resolvido. Eu já sei reconhecer o peso e já sei quando molhar.
 
Agora as descrições na disposição em que as fotos foram colocadas.
 
1.  A outra novidade que tenho para lhes contar sobre a Chim é que ela está com 5 novos "brotos". Chamei de broto pois ainda não sei qual nome científico dão para as novas formações na haste floral. Tenho 5 no total! Estou ansiosa por um keiki. Keiki é uma reprodução assexuada que origina uma cópia idêntica à planta mãe. 
2. No final da haste floral (que está sem flores), temos uma nova fase de extensão da Chim. Espero que surja mais haste e flores! (Caso contrário um Keiki é muito bem vindo!). 
3. Aqui temos um presente que até pouco tempo atrás não era visível. Ela está produzindo uma nova folha! Exatamente, uma nova folha. Pretendo fotografar e mostrar para você esse lindo processo. 
4. E por fim e não menos importante, o substrato que tive coragem de molhar. Esta foi a segunda vez. A primeira molhei, saí e quando retornei dois dias depois ela estava inteira e linda.




Um abraço à você e até breve!

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Células

Cadê as ideias que estavam aqui?
O gato comeu, o gato comeu.
Cadê a inspiração que estava aqui?
O gato comeu, o gato comeu.
Cadê a vontade que estava aqui?
O gato comeu, o gato comeu.

Agora entendo tudo
Mais uma vez entendo por demais
E por demais entender
Morro mais um pouquinho

Antes fosse somente as células

domingo, 9 de novembro de 2014

Arritmia Insône

Não costumo ser insône
Na verdade nunca fui
Se insône eu escrevo
Então algo não flui

Ora, eu não sou insône
- Seu moço...
Estou aqui porque 
não sei o que há dessa vez.
Sempre há algo a ser feito
Talvez eu tenha descoberto 
Que gosto de escrever.

Diálogos inexplicáveis e cumprimentos não ditos

Sobre as conversas atuais.

- Eu não estou muito... Não estou muito bem, obrigada.
- Não há de quê.
- O que você disse?
- Ah, eu não me lembro. Me desculpe.

Ninguém ouve.
Ninguém responde.
Atualmente o nível de incompreensão pela diminuição da convivência entre homens tem atrofiado as relações interpessoais.
 
 ________________________

Sobre os cumprimentos por educação e gentileza.

- Ah, bom... dia - apenas eu escutei.
- Ah, boa tarde - baixo demais eu disse.
- Ah, boa noite. - não consigo dizer tão alto, ficou no pensamento.

O temor do assédio evita a educação.
Por isso estamos tão frios.
Ainda mais numa terra em que educação e gentileza é confundido com cantada.

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Restabelecendo os níveis de hidratação da Chimera - Phalaenopsis 01

A Chimera chegou para mim com flores bem bonitas! Tudo começou quando eu fiz aniversário e a ganhei de presente. No começo fiquei contente e apreensiva. Mais apreensiva do que contente na verdade. Então topei o desafio e com as palavras de confiança que recebi, varri parcialmente a internet para me esclarecer sobre as dúvidas mais básicas de cuidados para eu não deixá-la morrer em menos de 1 mês. Mas como nem tudo são flores... são folhas, raízes, bulbos, etc. Chimera é o nome que escolhi para a minha Phalaenopsis, popularmente conhecida como Orquídea. Daí talvez você me pergunte: se é uma orquídea, por que você não apenas chama de orquídea e pronto? Ora meu caro, as orquídeas possuem diversas espécies. Se eu disser apenas orquídea, esse post não terá nenhuma serventia e muito menos segurança. Você poderia acabar matando a sua espécie porque leu aqui uma informação sem nenhuma base indicando a família. Por isso é importante que fique bem registrado. Esse post destina-se exclusivamente às Phalaenopsis.

Assim minha apreensão transformou-se em alegria. Adoro acordar e ser presenteada com a presença da Chimera. Além de uma vez ao dia sentir o seu perfume. Sim! De primeira ganhei uma espécie que possui perfume. Hoje irei falar sobre a rega pois a primeira instrução que eu recebi de quem havia me presenteado foi: cuidado com a rega, senão poderá matá-la. Ela vive bem com intervalos longos de rega. Descobri que essa informação está parcialmente errada. E você irá descobrir o porquê.

Sobre a rega

Observei que a Chim estava com suas raízes desidratadas! Sim. As Phalaenopsis não possuem bulbo. Mas se por um acaso você não tem certeza da sua espécie, a primeira coisa a se observar é o bulbo. Phals não possuem bulbo na sua estrutura, simplificando, elas não possuem reservatórios de água. E foi aí que na leitura do blog da Cynthia Blanco descobri que a regra de molhar uma vez por semana não se aplica a ela. Existe outro fator que interfere: o substrato utilizado. Quando estão novos absorvem pouca água, portanto, secam mais rápido e aí ela necessitará ser regada outra vez. Quando os substratos estão mais velhos, levam mais tempo para secar, assim, não será necessário regar o tempo inteiro senão você irá matar a sua Phal. Uma dica de uma conterrânea é utilizar o hashi para medir o nível de água. Coloque o hashi dentro do vaso, próximo do centro (onde demora mais de secar) e depois de um tempo, retire e verifique a umidade do hashi. Assim, se ele estiver seco, está na hora de hidratar sua Phal. Outro forte indicativo para a rega são as raízes. Então, vamos colocar uma ordem na bagunça.

1- Observem se os substratos estão secos
2- Observem se as raízes da Phal apresentam uma cor branca perolada, isso quer dizer que está na hora de morfar regar.
3- Observem se as raízes estão com aspecto enrugado, hora de morfar regar.

O mais importante.

1- Nunca utilize pratinho com água embaixo da sua Phal porque as suas raízes irão apodrecer e não quero que você a perca por um pequeno deslize desses.
2- Não molhe as folhas da Phal, quando estão em ambiente natural, as Phals ficam numa posição em que suas folhas ficam em formato de calha, para evitar o acúmulo de água nessas regiões, isso pode criar fungos e até mesmo a morte se deixar acumular água no centro dela, portanto, água nas folhas? Não.

Melhor do que repetir toda a explicação de inúmeros colegas, deixo algumas referências bacanas sobre rega, raízes e espécies.


Aqui está minha Chimera



Agradeço a sua visita! Voltarei a postar novidades sobre a Chim que sejam úteis aos que compartilham da mesma sensação de cuidar de uma Phalaenopsis (:

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

O dilúvio

Se só me aparece gente errada nesta vida
Cadê você para me acertar?
Estou um tanto cético da vida
Creio que talvez um dia isso passe
Mas cada dia torna-se pior
Pois aos seres
Não lhes restam mais alma.
Não sei o que fazer comigo
Talvez deva me embrulhar
E me enviar pra longe.