What?

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Te encontrar

Te encontrar
Meu mundo vira festa
O tempo sempre voa
A vida quis assim

Te encontrar
É sempre tão marcante
Seu veludo em voz
Me atinge

Não posso me enlaçar
Em teu sorriso doce
Não me é frustrante
Nem mesmo piedoso

O que é saudade
Hoje vira doce
Que em minha lembrança boa de passado
Pode se repetir.

sábado, 25 de maio de 2013

O contato,

o retrato,
a cor,
o olfato,
o tato,
o carinho,
o amor.
O relato,
o fato
inato
reparo
consome
selvagem
A flor.

quinta-feira, 23 de maio de 2013

O doce começo de semestre.

Quando você vem ou não?
O que você quer de mim?
Deixo por aí
O que você tem?
De onde você é?

Não
consigo enjoar desta canção. Ela tem um embalo que me diverte. Talvez seja porque tem outros instrumentos musicais. O ano segue, surgem as boas novas. Surgem as surpresas. Surgem os amigos ou boas companhias. Estou com boas expectativas de aprendizado em meu semestre. Meus docentes são ótimos. Confesso que estou fora de forma com algumas expressões, o que às vezes me leva pra lua, mas, estou voltando porque tenho sede.
Com a mente ocupada, o ócio não corrói.


terça-feira, 21 de maio de 2013

Tenho sono pro mundo.

Observar novamente. 
Não me sinto entendiada, não mais. Sair de casa e voltar de noite é a melhor sensação. Sentir o vento frio no rosto. O clima está bom. Gosto de questões. No entanto, nem sempre as questões são dúvidas reais. Apenas é uma ideia que uso num texto, ou música. O problema é que as pessoas às vezes confundem a realidade com a fantasia.
Não entendem o que de fato sou.

Droga!

 O que amar?
O que fazer?
O que ser?
Por onde andar?
Do que desviar?

Uma vida.
Quem ama?
Quem odeia?
Isso pouco me importa.






p.s. Publicando umas coisas que estavam entocadas no rascunho.

Pessoas e amores.

Afinal, o que é amor? 
O que é amar? 
Eu sei? 
Eu amo? 
E se amo, o que há? 
O que eu sinto?
E se explica?
E deveria explicar?
Se não explica, como saber?
E pra quê tanto por que?
Deixa estar.

domingo, 19 de maio de 2013

Projetos! E respostas.

Tenho os meus projetos. Tem os que eu quero participar. Num eu preciso de resposta, noutro tenho que dizer. Ultimamente não tenho feito tantas coisas relevantes. Só no aguardo mesmo. Já estou na terceira temporada de Misfits.

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Começou a corrida maluca!

__
    |__
         |__
              |


          __
     __|
__|                                                         **
                                                            ****
                                                           **|***
wwww________-----------_______ww|ww________-----------____wwwww

 ________________________________
                                                                                     |____________________________________
|
|
|
|
|
|

terça-feira, 7 de maio de 2013

Não, eu era melhor, algo mudou.


Não sei exatamente o quê. Talvez eu tenha aprendido que não mais é necessário a luta como as pessoas vem realizando ao longo de muitas gerações. É perda de tempo em alguns casos. Quem o faz, acha que está realizando, mas, enche o ego apenas. Existem certas mudanças que solucionam com o tempo, no entanto, outras nunca mudam. O ser humano falha. E não há cura para a falha do ser humano. Ele é imperfeito. Não adianta ter vontade de lutar se as pessoas pensam que estão livres. Elas vão te julgar louco. Quem já lutou, pode ter uma réstia de lágrima de esperança no entanto uma dor da derrota que escorre por entre o rosto. Quem lutou sabe o quão difícil é. A melhor forma de crescer é através da evolução pessoal. Existem certas atitudes que não pagam o preço de uma vida. Então, cuide-se. Poupe seu tempo lutando pelo desnecessário. Enquanto estivermos regidos sob este sistema, quando você alcançar sua plenitude, esquecerá que esse tipo de problema existe.

Não, eu sou melhor, sou a mesma pessoa. Ainda sou um ser pensante. Sou a mesma pessoa que começou a escrever no começo deste blog. Apenas observo que certas coisas não levam à uma solução plausível. A força está sendo canalizada com uma boa intenção, mas, de maneira errada. É perda de tempo. Eles vendem o que você acha que precisa. Mas você não precisa. Existem coisas que você precisa, mas, a mídia confunde. É um verdadeiro inferno o tanto de informações que recebemos diariamente. Existem coisas que eu consigo viver sem, no entanto, as pessoas não. Eu já sei disso. Não as culpo, faz parte do que as forma (E de quem as informa).

Violência. Ser humano. Sempre interligados. Instinto. Agressão. Somos animais racionais que não racionalizam pro ideal do mundo. A natureza vive sem nós. Nós não vivemos sem ela. Somos eternos dependentes.

Não há muito.
Há pouco.
Deveria haver muito?
Não se sabe.
Havia uma pequena garotinha, numa vila da Baviera.

Quisera eu estar bem.


Não estou.
Não me oponho.
Se não estou bem,
é porque vou ficar.
E se vou, devo estar...

No momento
de dor é assim
Depois passa 
E eu sorrio.

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Da Vinci's Demons

Confesso que depois de algumas séries mal sucedidas, a Fox Brasil, finalmente retorna com algo bacana. Seu nome: Da Vinci's Demons. Conforme o nome diz, a série trata da história do pintor em sua fase mais tenra sendo então uma jogada arriscada, entretanto, tem um bom desenvolvimento. Eu não apostei muitas fichas pela propaganda, mas, quando vi a série, gostei. Espero que os próximos episódios estejam bem produzidos, assim como o primeiro. A série anda por um clima de mistério, narrando a vida de Da Vinci, a antiga Florença e a instituição Igreja. Assim que terminar de ver mais um episódio, atualizo o post. Recomendo a tentativa para quem quiser conferir! :)

Segue algumas fotos de divulgação da série ( Você pode ver mais fotos aqui.)