What?

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Clap! Clap!

Parabéns vida traidora mentirosa maldita. 
Vida. 
Que coloquem aquela bomba de hidrogênio pra explodir este vasto mundo porque os humanos já estão a destruir
mesmo.

sábado, 11 de agosto de 2012

CAIS

Hoje pensei tanto em você. Hoje pensei em você mais ainda. E fiquei triste por não poder fazer mais. Fiquei triste por ter muita vontade de fazer mais e não fazer tanto quanto mereces. Sou útil até certo ponto, sendo eu útil por inteiro, logo, seria para tantos outros. Tenho que ser útil para você. Se hoje existe algum motivo que me leva a algum sacrifício, é você. Hoje estou numa condição onde você provoca meus sorrisos mais intensos, meus gritos, arrepios e calafrios bons. 
Estou muito triste por não estar com você o tempo inteiro. E isso aumenta cada vez mais. Sentindo cada vez mais a necessidade de ti. Isso hoje está me doendo mais do que antes. Espero que isso não signifique que vou te perder. Geralmente quando alguma dor assim surgia, era sinal que algo havia acontecido e fiquei para trás. Que desta vez seja apenas por não ter a ti por mais tempo. Eu até já me preparei para o pior, de verdade, só que hoje não é mais assim. Hoje isso não funciona mais. Hoje meu pior é ficar sem você. Hoje o meu dia está pesado amor. Hoje tudo o que eu mais queria era estar em torno dos teus abraços, te abraçando e te amando. Te ninar, quanto tempo faz que já não o faço. Eu sinto saudades, de verdade. Eu acredito que você também sente. Espero ser tudo o que és pra mim hoje e sempre. Já sonharam comigo indo casar, vestida de branco e tudo. Hoje, faço questão desse dia.

Vou tratar de cuidar de mim para que eu possa cuidar de ti.

Eu te amo.

domingo, 5 de agosto de 2012

De-pressa-o

meu corpo vive o tempo inteiro
que nem o meio espera.
queres tudo por inteiro
e nunca sossega.
sempre tentando compreender
o porquê dos malditos limites criados
acredito que fora feitos para fazer sofrer
dos mais ricos aos miseráveis

ó sim! fazei o tempo tomar de mim
o que ainda não tenho, o que tenho e hei de perder
o que tudo possuo e que quando morrer será consumado por outro em meu leito
que hoje em prantos, amanhã sorriem e agradecem pela minha ida

pois eu, que já não era o bastante nem mesmo para mim
não poderia ser o suficiente para outrora e meu coração todo dividido
me faz ver o quão não posso querer o que já não me pertence
meu coração precisa de amor meu, mas só que meus olhos sempre se voltam
para a doce menina de olhos cor de chocolate

sois tão ignorante que em tamanha displicência
criou sua própria demência para si
era mais reconfortante do que ser envenenado por malditos o tempo inteiro
em suas telas coloridas e tão pouco atrativas que mostram bunda e peito.

e sendo eu um ser tão complexo que mal consigo entender o que se passa em meu peito
sofro e choro por não saber qual próximo passo hei de realizar
sofro por não ter feito quando foi-me dado a oportunidade
e assim caminho, sem rumo, sem maldade

meu ser já não me pertence, não vivo mais para ninguém senão por um amor cujo não se faz presente
estou vivendo feito alma penada, perambulando de casa em casa, olhando em outros portais algo
que já não mais necessito buscar e que ainda sim o faço pois não sei o que se passa dentro deste meu, fatídico e ferrado coração de músculo e carne.

maldita hora em que nasci e fui designada para entender algo cujo ainda não tenho uma ideia
se fora para entender os homens, me arrependo abruptamente pois em tamanha miséria em que se vive uns por opressão a outros, meus olhos marejam por tamanha agressão visual

sendo eu, após todo meu proclame, sem sentido e louco pois sanidade está ameaçada desde tenra idade, já não sei mais para onde vou.

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Tédio em trechos 01#


Pois então, eu quis o apogeu
e blábláblá
e nada.