What?

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Você é feliz?

foi o que ela me perguntou e eu disse:

- Sei lá,
devo ser.
E apenas reclamo do que quero ter.
Eu não sei mais se sou feliz ou não,
não sei nem se amo,
não sei se meu amor existe ou se eu projeto essas coisas com a mente.
Você não me faz sofrer, só me deixa com saudades.
Então tem amor porque já dizia tio Renato Russo.
Primeira vez desde então que não sofro.
Mas, eu estou cansada de viver aqui, de ter que me sujeitar a uma vida que não quero ter,
porque eu sempre dou valor as coisas que não são pra mim
porque eu gosto do errado, porque não faço nada porque não quero fazer,
porque se eu fizer não vai mudar muita coisa.
A mente das pessoas já está com muita lavagem cerebral,
eles são os certos e eu sou uma conspiradora.
Sou louca, então, me resguardo.
Não estou afim de ser internada e ficar presa pelo resto da vida.
Mas a vida já me é prisão,
então qualquer coisa é algo e algo já não é mais nada.
 
 
 

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Apenas uma razão.

Vazios.
É assim que tem sido todos os meus dias desde então. Todos os dias estão iguais e pra minha sorte estão sendo rápidos. Imagine você se tivesse de surportar dias vazios assim como suporta momentos tediosos em aulas, filas e assim por diante.
E assim estão seguindo os meus dias, estou saindo pouco. Eu não acredito que sair mais poderá resolver meus problemas.

Fim dos tempos.

Estamos chegando num momento os as pessoas espalham e divulgam mentiras o tempo todo, sem ao menos tentar saber a veracidade dos fatos. Eu realmente fico preocupada com isso. Estamos virando robôs e nossa gasolina é o lixo eletrônico que recebemos e enviamos todos os dias. Estamos morrendo e não estamos produzindo. Realmente redes socias não chegam no objetivo planejado. Você apenas encontra pessoas falando da vida alheia, pessoas divulgando idiotices com qual propósito afinal?

Eu só gostaria de ter uma resposta pra tamanho vazio existencial de tantos anos. Não tem mais pra onde ir que não seja atacado, assaltado ou violentado. Atacam meus olhos com inverdades e boatos, assaltam minha integridade a todo instante e violentam a minha cidade e continuamos parados.
Eu quero apenas um objetivo bem forte pra me querer fazer viver melhor. Com orgulho do meu povo e não desgosto. Nossos jovens estão mortos. Nossos jovens já não conseguem mais fazer nada além de compartilhar coisas e fazer coisas inúteis. E se destroem todos os dias. 
E não mais pensam. minoria.
Isso também me machuca todos os dias, tenho ciência da realidade que vivemos, mas, sou apenas uma voz, uma pessoa que não chega muito longe porque é mais fácil divulgar uma bunda do que palavras.
Palavras são o poder, atitudes também.
Estou tentando meu melhor, mas, não adianta muito eu tentar sozinha. As pessoas estão fracas, fracas e dependentes de porcarias. Se consumando por futilidade e isso me deixa enojada.
Vazio, é assim que tem sido tudo desde então.

domingo, 29 de janeiro de 2012

Eu vou morrer, amém! - parte 1

- Você e mais 7 bilhões de pessoas - Vini diz.
- Pelo menos não estou sozinha nessa caminhada. - sorri sarcasticamente. - Estou fazendo nada, pra que sirvo aqui afinal? Eu deveria ter nascido com alguma doença pra ver se eu dava valor a vida.
- Nem todo doente faz diferença - retrucou.
- Pois é, mas, acho que faria ou talvez não. Mas pelo menos iria morrer mais rápido. - fitei o chat de conversa.
- Já temos pouco tempo, pra quê diminuir mais? - indagou-me
- Porque desse pouco tempo que tenho, queria ter menos ainda.



Não sinto frio, não sinto fome, não sinto.

To world, in English!

Minha Alice,
sim, você sumiu.
Por um acaso fora visitar o Sr. Coelho naquele maravilhoso país?
Não tenho informações desde então.
Poderia ao menos ter deixado um bilhete.
Quando voltar de sua terra misteriosa, lembre-se, estarei aqui.
Te aguardando ansiosamente.

Isadora Souza 29/01/2012




My Alice
yes, you disappeared.
By chance was visiting Mr.. Rabbit in that wonderful country?
I have no information since then.
Could at least have left a note.
When he returned from his mysterious land, remember, I'll be here.
You looking forward.

Isadora Souza 29/01/2012



Hey people, I'd like to say for you which I will post something in English from time to time. This post are specially for the people around the world. Today I wake-up at 9 o'clock. Was bad, really bad. My left eye make me wake up, feeling a pain which the ocular globe was red and I think, I'm sick! And I was forced to wake up. After, I use a eye drops this make me feel better. 


- I will can't sing today.

I cannot sleep after the eye drop. So, I talk to my mother about my eye and my my  throat, yes, something started with my throat too. And I'm not very well today, I thought. And my day isn't going well, first, I wake up very bad. Second, my lady isn't on Facebook. And now I just think in how can I say sorry to her. I'm just waiting for good news.

I really like to say sorry for my English because isn't my first language. And I try every moment learn a little more about.


Link of day: http://www.reverbnation.com/issouza

sábado, 28 de janeiro de 2012

Festival de Verão, resumo em sumo.

 
 
- Sabe, eu dormi na casa de uma amiga, e também, quero dar mais tempo pra vocês. Preciso que vocês tenham tempo o suficiente pra ler cada texto e interagir. E aí? está tudo tranquilo? Espero que sim.

Sabe como é festa, aquele pessoal todo e ainda veio uma moça me dizer que eu não estava curtindo. 
 
- Apenas porque eu sentei pra descansar.
 
 
 
Eu gostaria de saber porque o meu blog está sofrendo um pouco na questão de configuração do texto. É algo mais ou menos do tipo, estou escrevendo e a formatação muda. Ou está em itálico e sai ou volta.
 
-Você saberia me explicar? Sério, se souber, comente. E se gostar do que escrevo, pode curtir.

Bom, eu consegui curtir a festa apesar dos pesares, rolou banda de rock, então fiquei tranquila. Conheci o som da banda República, que é um estilo de rock que curto. Ouvi O Círculo também, adorei a presença de palco do vocalista.

- Sim, eu me cansei.

Eu também me perdi do meu amigo, o sr. Furquim (É uma brincadeira nossa, né Thiago?). Ele fora comigo mas eu o perdi de vista. E ele é uma pessoa alta, imaginem só.
 
- Eu também fiquei sem lenço e sem documento.

Só vim buscar hoje, no shopping, onde encontrei minha prima, sem combinar. 
Ela me disse que ia cantar, eu fui vê-la. Tive a minha primeira experiência de cantar.
 
- Dei a famosa canja.
 
No dia da festa, conversei bastante, fora bacana porque me fez refletir umas coisas. Gosto de conversas produtivas. 

- Você estava tão sexy na quinta.

Preciso dormir, porque tô cansada, não dormi o que preciso.
Fiquem em paz e obrigada por tudo!
 
 
Notas:
Rapaz é uma gíria que uso. E eu ando falando bastante ultimamente.
Thiago é o guitarrista da banda.
Encontrei o Daniel do BBB 11.
E recebi um abraço suado e troquei um papo rápido com o vocal do República. Vou precisar tirar outra foto com ele porque meus olhos ficaram tensos.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Sobre uma banda, PAIN.

Eu confesso que não os conhecia mas essa banda realmente é muito bacana. Eles tem um som que lembra Marilyn Manson, pra quem curte, vale a pena conferir. E pra quem não curte, confiram. O som deles tem um estilo bacana, que não dá apenas pra ouvir, tem que cantar junto. E o bacana é que é uma banda com reconhecimento em parte, você não ouve falar dela o tempo todo. Ultimamente venho encontrando coisas diferentes na internet e vou compartilhar com vocês em breve só que antes gostaria de dizer que escrever centralizado, dá um tom mais íntimo com o leitor.

- Você consegue notar a diferença? A propósito, se você quiser ver o link do vídeo, usa o page down, scroll, porque ele está lá embaixo.

Sim, eu acabei de falar com você, eu não sei se tem essa imaginação toda, mas, sei lá, eu tenho. Achei bacana fazer isso, rs.

 Olá! Hello!

Hoje o dia me serviu de lição de qualquer sorte. Hoje soube dizer melhor que tenho que valorizar as coisas certas sabe? Senão um dia elas irão embora. Sim, as coisas vem e vão. Só que a gente pode escolher o que fica. Eu estou um pouco entediada.

Hoje eu percebi o quanto eu gosto de você de verdade.

Portanto, antes de pensar em machucar meu coração, me avise que está pulando fora ok? 

haha, me lembrei de um filme.
- Oi Pula-fora! (É assim que eu chamo os caras com que minha mãe sai).

E como prometi, aqui está o vídeo:

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Ligação Surpresa

Estava eu indo dormir quando fui surpreendida. 
- Alô?
- Alô Isa, podemos conversar?
- Sim Matheus.

Era o Matheus R., e ainda é, porque estou com ele na linha. Estamos papeando sobre coisas da vida, das nossas vidas. E um pouco antes, decidi escrever aqui no blog. Até porque descobri que tenho uns seguidores que acessam a página sem uma divulgação. Agradeço a vocês, queridos e queridas.

Bem, ontem meu dia foi divertido, comi chocolate e ainda ganhei a caixa. No começo fiquei envergonhada porque era chocolate importado, depois, fiquei feliz e tão ansiosa com a ideia de ganhar chocolate! (o Matheus  foi dormir, acabou de desligar).

- Isa, vou aqui.
- Falou então Matheus.
- Falou.
 Acho essa ideia de escrever assim super interessante. Eu não costumo seguir nenhum padrão. Enfim, hoje fui pra casa da Ana (Anaís), uma amiga minha que conheço faz uns 2 anos, por aí. A gente se vê pouco, mas, quando nos encontramos, sempre é divertido. A propósito, foi ela quem me deu o chocolate, obrigada Ana. Ela é uma pessoa encantadora, adoro conversar contigo querida! Enfim, é isso.

Hoje era pra eu dormir ontem. Sim, era pra eu ter ido dormir só que estou aqui escrevendo para você, até porque se você não existisse, eu ainda existiria. (rs)
Só que eu penso o tempo todo, e de certa forma, transformei o meu encontro casual com vocês numa forma deu extravasar um pouco a linha de pensamento contínuo que possuo.

Estou feliz, estou amando.

Meu caderno ficou na casa de Ana, tenho que ir buscá-lo, lá se encontra a minha fonte de inspiração e coisas bem bacanas.

Tenham um bom dia pessoal!




domingo, 22 de janeiro de 2012

Aqui

Aqui. Ali. E eu vou...
Aqui. Vou me ir. Se foi...
Jogo de sedução ou sedução apenas pra Jogar?
Não sei. Me assusto, me irrito, fico.
E aí, continuo a me indagar, por que?
Você já gosta de enlouquecer não é?
Eu gosto de jogar, mas, jogar comigo
me faz voar.


me enlouquece que eu adoro.
me troque e eu te devoro.


Isadora Souza
22/01/12


quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Momentos de Reflexão

São momentos onde me pergunto: Até quando nossa sociedade vai continuar a ruir? Ainda bem que isso está mudando, estamos precisando de Raul's Seixas!Rita's Lee! Pessoas que realmente lutem pra fazer algo melhor pelo nosso país porque o que mais vejo atualmente e que fico irritada são as "manias do face" tá igual senão pior que Orkut.

Outro problema que precisa ser resolvido segundo o que penso, é o fato do nosso país ser dividido. É como já disse num texto que escrevi (acho que foi pra um trabalho escolar, nem lembro onde está) são vários brasis e enquanto essa história que é real e triste não mudar, o nosso país não irá conseguir progresso em muitos aspectos. Eu acho muito triste ver pessoas de estados diferentes menosprezarem os outros como se fosse mais importante ou melhor (Pode até ser, mas, a culpa não está somente com a população e sim com os governantes mal intencionados). 

O que não falta no país atualmente é isso, protestar, lutar pelos seus direitos. Hoje vemos pessoas perguntando sobre merdas aleatórias do BBB ou sobre novelas, coisas que pouco interessam, enquanto pessoas estão entretidas com as "maravilhosas" atrações globais, fechamos os olhos pra realidade que nos cerca, porque não nos importa? Simples, porque é mais fácil esperar por medidas do que ir realizá-las. Se nossa constituição fosse mais cumprida e revisada (Porque tem muitos aspectos antigos pros tempos atuais) muita coisa teria mudado.

No dia 20/01/2012 (Amanhã) o pessoal irá se reunir em protesto em relação ao fato do nosso "prefeito" não estar atuando de maneira devida no seu mandato. As pessoas que quiserem participar, por favor, se informem, pra não estar gritando por algo que não se tem noção alguma. Aqui está o link do protesto com a matéria completa (Acessem, o texto não é grande).



Apenas algumas publicações

Sabe, hoje eu estou bem. Estive com raiva mais cedo porque pensei que estava sendo ignorada. Não era verdade, a verdade é que apenas você estava com os nervos à flor da pele. Tudo bem, eu entendo você, já estive assim. Afinal, quem nunca esteve mal algum dia não é? E cheguei até a escrever coisas hoje:

"Um pouco de raiva com uma pitada de irritação."

ps. Escrevi isso no momento em que estava chateada.

"Meu comportamento não é digno de elogio ou repudia. Apenas estou aqui pra viver e aproveitar o melhor possível ao meu modo." 

ps2. Escrevi num dos momentos de reflexão.


quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Maldição! Por que me anulo quando estou amando? 
Eu não gosto disso, não é bom. Poderá me prejudicar. 
Amar não é tão bom assim afinal. 
Pelo menos pra mim, tenho essa complicação e não sei como amenizá-la.
Um dia eu vou ter que aprender a lidar com "meu romântico" (eu).


Isadora Souza
17/01/12

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Onde nasceu o Brasil - Parte 1

Sim, eu moro na cidade onde o nosso país começou a se desenvolver. Começou a se desenvolver "vírgula" porque eles apenas exploravam as terras, e nada ofereciam em troca. Bem justo né? Dizem que os cavalos comem e vão deixando a merda por onde passam. Eles deslocaram diversas famílias de seu recinto pra "desenvolver" o país. Sim, estou falando da mão de obra escrava. E os índios que pensaram estar formando uma amizade, na verdade estariam sendo reeducados com uma nova cultura e religião. E o que dizer sobre a falta de planejamento pra tudo desde o começo? E assim foi nascendo o nosso país, em meio ao um caos onde não aparecia ninguém pra colocar ordem na bagunça. Do povo índio raiva, do negro, rancor, dos portugueses trazidos por dívidas, indiferença.
E assim eles foram devastando os territórios e descendo, rumo ao sul. Deixemos de lado, o que eu estou mesmo querendo contar e dedicar-me nessa e em outras postagens é sobre a nossa querida cidade que nos últimos anos vem inflando e morrendo pouco a pouco. Porque o que vem sendo noticiado todos os dias, mostra o verdadeiro descaso sobre a mesma.
Me proponho a falar sobre alguns fatos do que está acontecendo nos dias atuais e sobre o quanto nenhuma providência é tomada. O carnaval está chegando, e eu gostaria de saber o que vai ser dessa cidade que já fora tão elogiada e hoje é uma das mais criticadas.



segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

O primeiro beijo

E aqui estou eu, romântica, sem saber ao certo qual decisão tomar. Estou sem criatividade para fazer algo bacana. Venho tentando desde a madrugada que é onde consigo pensar e executar as minhas ideias, mas nada vem... tive uma ideia mas eu quero ver sorriso em seu rosto, por isso eu tenho que fazer direito.
Sabe, eu nunca pensei que fosse me sentir assim. Eu acredito que não sou a única mas sempre procurei alguém bacana, que combinasse comigo. Eu não sou daquele tipo de pessoa que gosta muito de esperar, prefiro fazer acontecer pra depois não ter arrependimento por não ter feito. 
E eu comecei minha jornada de busca, não sei por quanto tempo ou quantas pessoas, não foram muitas. Gostavam de mim e eu cansava, queriam a mim e eu não olhava. Eu também quis mas não progrediu. Até que chegou um momento onde decidi que eu não deveria mais procurar porque até então não havia sucesso. Então comecei a viver numa boa, tive um envolvimento onde eu passei a me preocupar mais do que curtir e terminei. E então passei a dedicar meu tempo pra mim, ainda mais, fazendo o que eu gostava, o que eu queria e então você surgiu pra mim. Já te conhecia desde antes mas não gostava de você desse jeito. Se bem que uma vez sonhei que te dava um beijo. 
Sempre gostei de conversar contigo, você tem um bom papo afinal. Poderíamos conversar sobre qualquer coisa que eu nunca me cansaria. Eu gosto de olhar pra você, adoro seu cabelo, principalmente quando ele está solto, porque não adianta de nada ter uma beleza única e guardá-la somente para si. Seu sorriso, sua delicadeza agreste (brincadeira meu bem) são adoráveis, fazem parte de uma pessoa da qual nunca imaginei que seria tão próxima um dia. E fico realmente muito feliz e grata por ter a oportunidade de tentar desvendar-te todos os dias. 
Você é um baú muito bem trancado, se bem que já ganhei algumas pistas de como alcançar o tesouro mas eu vou dizer uma coisa, isso não é tarefa pra qualquer um. Acredito que um dia vou te conhecer tão bem quanto qualquer um mas sei que vai demandar tempo, já aprendi que as coisas precisam de tempo para serem entendidas.





Tempo, amor, paz

Sim, sempre me deram essa resposta pra muitas perguntas e eu finalmente entendo. Se bem que geralmente prefiro fazer acontecer do que deixar pro tempo. Dessa vez eu deixei e as coisas fluíram de maneira tão natural que ao olhar pra trás vi que completou um mês. Sabe, o amor pode surgir das mais variadas formas. Você pode ter amor por uma planta, por um chaveiro que te lembre algumas coisas, mas, sempre terá afeto. As pessoas tem uma tendência natural de criar afeição. Eu não sei se posso dizer o mesmo, porque me mudei então não tenho muitas amizades de infância. Antes eu era tímida, tinha dificuldade pra fazer amigos, por medo da rejeição, hoje, consigo fazer amizades, mas, algumas não consigo manter pelo simples fato de que algumas pessoas não são tão interessantes afinal.


Eu acredito estar em paz, pelo menos é o que acontece toda vez que vou ao seu encontro. Cada troca de olhar é especial, o sorriso, o toque sutil. Não sei explicar direito mas é como se fosse um vício pra mim, quando fico sem, meu corpo estremece de falta, torna-se frágil e triste. É muito complexo entender você, mas sei que nem tenho a capacidade de descobrir isso. Então, vou deixar pro tempo para que eu fique em paz.





sábado, 14 de janeiro de 2012

Amizades virtuais: verdadeiras ou ilusão?

Sugestão da vez

Gostaria de iniciar esse texto falando sobre quem me sugeriu o tema, Rafael Lima. Ele é um cara bacana, conheci através de uma amiga "real" a Luana. Desde então, tenho me comunicado com ele via internet e já o considero especial pra mim apesar de nunca tê-lo encontrado pessoalmente.

Esse é um assunto que acho bacana de falar até porque algumas pessoas não acreditam que possa existir, ou, não tem muita sorte pra realizar amigos dessa maneira. Eu lhes digo que é possível fazer amizades longas e duradouras através desse meio de comunicação, a questão é, como? Procure pessoas que possuam interesses semelhantes aos seus, conheça bem a pessoa antes de relatar qualquer informação pessoal sua. E é a mesma coisa da vida real, você não sai contando sua vida pra primeira pessoa que encontre na rua, a não ser que aconteça aquele nível de empatia imediato, como se vocês se conhecessem há anos...

Há algumas vantagens de ter amigos virtuais. Apesar da distância, geralmente estão mais disponíveis dos que os que estão próximos, até porque as pessoas tem outras ocupações. Acredito que se você souber procurar (ou encontrar, rs) pode ter ótimas amizades. Eu conheci o Matheus R. no site do Cifra Club (Forme Sua Banda pra ser mais exata) e desde então formamos uma banda, eu saí mas continuamos a conversar e desde então a amizade foi além da vontade de formar uma banda.

Eu acredito que a amizade sendo real ou não torna-se ilusão quando você cria expectativas demais com a pessoa. Viva na sua, com tranquilidade, sem esperar demais do outro, apenas sendo você mesmo. Nada de querer passar uma imagem ou tentar ser o que não é porque, isso funciona até certo ponto e assim como você faz pra outras pessoas, elas podem fazer com você ou tá se achando o último espertinho do planeta hã?



Foto/Picture:
Emma Watson, Daniel Radcliffe, Rupert Grint - Atores/Actors.

Se você gostou do texto, obrigada. Se quiser que eu fale a respeito de algum outro tema comente.

Sherlock Holmes  - Assisti ao segundo filme, até que ficou bom. A série que estou assistindo superou o filme.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Fogo! Água! Música!

Estou queimando de uma agonia que não sei explicar. A lua está enorme, estou enjoada de não sei o que de um não sei como. Estou tentando tocar violão que é uma coisa que me conforta mas não quero tocar qualquer coisa, quero aprender a tocar coisas bacanas. Só que eu parei, me desliguei, quero voltar, mas, ainda não encontrei uma música que queira aprender. Estou com sede de aprender, estou queimando por dentro, música!

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Corpo, mente, alma

Geralmente dizem que é psicológico quando se é hipocondríaco, acho que talvez seja. Porque sempre tenho mania de achar que tenho determinado problema e depois vejo que não o tenho e fico melhor. Na verdade, acho que ando me quebrando em silêncio, me transformando em milhões de pedacinhos, me descobrindo a cada momento. E cada vez que descubro um pouco de mim, um pouco do mundo em que vivo, mais pedacinhos vão quebrando. Somos complexos. E todo esse nível de complexidade me deixa um pouco chateada. Sou muito a favor de uma vida plena e tranquila, mas, não nego que gosto de aventura e de fazer coisas inusitadas.

Meu corpo está doente e não sei dizer se é reflexo da mente, alma, ou de ambos talvez. Talvez seja a saudade, as preocupações, os anseios, talvez seja nada, talvez seja tudo. Eu realmente só gostaria de ter um pouco de... eu não sei o que quero em alguns aspectos e sei o que quero em outros, eu tento me entender todos os dias e cada vez que entendo aprendo um pouco mais. 

Sinto dores, no corpo. Sinto fome, na mente. Sinto amor, na alma.



segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

2011, 2012 e eu voltei

Pois é meu lindo povo, estou cansada de não fazer nada e decidi voltar a escrever. Sabe, nem sempre estou com ânimo para tal, por isso sumi. Agora tenho algumas menções a fazer sobre 2011: eu gostei, curti e fora o melhor ano da minha vida até então. Fiz tudo que eu quis. Bem, você me pergunta se me arrependo de algo? Por incrível que pareça não, e fico realmente feliz disso. Consegui amadurecer bastante de lá pra cá. E conheci pessoas realmente incríveis que me fizeram observar coisas que eu havia deixado adormecer. Pedi pra ser feliz e é o que realmente está acontecendo. Deixa eu explicar melhor, pedi para ser feliz a uma estrela cadente, e aí você diz, "não deveria ter dito!", só que já estou feliz e sei que a felicidade não é um estado pleno. Na nossa vida, tem que haver o equilíbrio pra tudo...

Essa parte é onde começo a falar do meu estado e cito o Brasil também, caso queira ler, sinta-se à vontade...

...Só não admito isso ao ver a minha cidade abandonada e ninguém intervindo por isso. Assim como ocorreu reformas nos outros países, acredito que nosso estado e principalmente nosso país vai abrir a mente para tal. E não me venham com protestos mal feitos onde a maioria não sabe do que se trata. Sim, eu adoro misturar os assuntos porque vocês afinal já sabem que sou assim. Sou da Bahia e tenho orgulho do meu povo, agora tem uns aí que estão precisando fazer algo além de viajar pro exterior as nossas custas porque só no Brasil, onde nos encontramos numa situação monetária boa com um índice de IDH tão horrendo! Eu proponho mudança, uma mudança organizada e justa! Tenho dito.


Estou viciada em duas séries por ora: American Horror Story e Sherlock.
 

Notas: 

Leiam aqui sobre AHS, uma trama envolvente e curiosa: http://www.americanhorrorstorybrasil.com/

Leiam aqui sobre Sherlock, dessa vez eles realmente conseguiram encontrar um Sherlock digno para o papel: http://www.umpassinhoafrente.com.br/2010/07/29/sherlock-a-nova-srie-review/